Se aceite do jeito que você é

Oi amores, aqui no blog além de falarmos sobre cabelo, eu criei um espacinho para que pudéssemos conversar um pouco, papo de amiga mesmo sabe. Trarei posts reflexivos assim uma vez na semana, toda sexta- feira, e este será o primeiro.
Então vamos conversar um pouquinho?!

Como vocês já devem ter notado aqui no blog o tema principal é o cabelo cacheado, mais ainda hoje tem pessoas que não conseguem se assumir do jeito que são, ou seja não assumem a sua própria identidade e isso de fato é lamentável, cada pessoa tem a sua beleza, basta explora-lá. Infelizmente hoje em dia as pessoas se deixam levar pelos padrões de beleza impostos pela sociedade e pela mídia.

Agora para pra pensar comigo, o que uma criança com o cabelo crespo/cacheado vai pensar quando ver na televisão um comercial de uma outra criança tendo os cabelos alisados por determinado produto? Imagino eu que ela vá pensar o meu cabelo é feio, quero alisar também pra que ele fique bonito igual o da menina da televisão. Concordam comigo ou não?

Mais infelizmente é isso que vemos, padrões sendo impostos e as pessoas se deixando levar por eles. E não falo só de cabelo, mais da cor da pele, se é alto ou baixo, gordo ou magro. E eu sou um exemplo disso, sempre fui bem magrinha, mais depois que minha filha nasceu eu engordei muito e já não tenho o mesmo corpo de antes, outro exemplo é o meu cabelo sempre tive o cabelo cacheado, mais em certo período da minha vida usei alisante, me arrependi e deixei o cabelo voltar ao normal, depois comecei a usar química para relaxar os cachos, até que resolvi cuidar dele e deixa-lo natural, outro fato sobre mim? Sou muito baixinha e as pessoas sempre dizem que tenho carinha de criança e tal,.
Hoje apesar de querer emagrecer, aceito meu corpo do jeito que é e não fico me punindo nem me abalo pelo que os outros falam e sou muio feliz assim. Amo o meu cabelo  cacheado, porque foi ele que Deus me deu e não alisaria por nada, isso não quer dizer que de vez em quando se eu quiser mudar e fazer uma chapinha eu não posso, ao contrário por me aceitar do jeito que sou tenho o direito de querer mudar de vez em quando.

Bom o que eu quero dizer com tudo isso é, você que está lendo esse post, aceite-se do jeito que você é, não queira mudar pelos outros, não se abale com o que falam de você, eu sei que as vezes é difícil se  segurar em meio a piadas e brincadeiras sem graça, mais não se rebaixe ao nível de pessoas sem conteúdo.
Se você quer mudar, mude. mudanças são necessárias as vezes, mais não faça loucuras com seu corpo ou cabelo para que não se arrependa depois.
Você que é cacheada/crespa, negro, branco, gordo, magro, alto, baixo. Você é linda/lindo do jeito que é, se aceite, se ame, pois se você não se amar e não se aceitar primeiro, ninguém fará isso por você.
Encontrei essa imagem no site cultura mix e isso resume bem tudo o que eu coloquei nesse post

Meus amores, reflitam nesse post, e pense bem você quer mudar por você ou pelos outros?
Você vai negar a sua identidade pra ser como os demais?
Vale a pena negar quem você realmente é pra se enquadrar aos padrões?

Espero que tenham gostado.
Um super beijo e até o próximo!!!

Comentários

Postagens mais visitadas